Istambul

Vou chamar de dia zero o dia em que cheguei, pois cheguei a noite e não aproveitei nada. Encontrei minha amiga Sâmia já no albergue para iniciarmos nossa viagem!
No primeiro dia fomos a Blue Mosque, a Hagia Sophia e a Cisterna da Basílica. Foram lugares lindos, amamos todos! Almoçamos em um restaurante com um terraço com uma vista deslumbrante para a Blue Mosque. O nome do restaurante eu não sei, mas fica embaixo do Nobel Hostel (http://www.nobelhostel.com/), que já fica como dica de hospedagem, achei bem arrumadinho e o preço bom.
Informação: A Cisterna de Basílica é a maior das dezenas ou centenas de cisternas construídas em Istambul durante a época bizantina e se encontra perto da Basílica de Santa Sofia. Construída em poucos meses, no ano 532, utilizando 336 colunas. Ocupa uma área de 10 000 m²,tem 8 metros de altura e capacidade para 30 milhões de litros. Foi utilizada até finais do século XIV.
A Basílica de Santa Sofia, também conhecida como Hagia Sophia, que significa “Sagrada Sabedoria” é um imponente edifício construído entre 532 e 537 pelo Império Bizantino para ser a catedral de Constantinopla (atualmente Istambul, na Turquia). Da data em que foi dedicada em 360 até 1453, ela serviu nesta função, com exceção do período entre 1204 e 1261, quando ela foi convertida para uma catedral católica romana. O edifício foi uma mesquita entre 29 de maio de 1453 e 1931. Ela reabriu como um museu em 1 de fevereiro de 1935. Ela foi a maior catedral do mundo por quase mil anos, até que a Catedral de Sevilha fosse completada em 1520. (confesso que lembrei do jogo Civilization).
 
Mesquita Azul ou Mesquita do Sultão Ahmed é uma mesquita otomana de Istambul, Turquia. Em 1606 o sultão Ahmed I quis construir uma mesquita maior, mais imponente e mais bonita do que a Igreja de Santa Sofia. A mesquita foi construída entre 1609 e 1616, revestida com azulejos azuis e possui ricos vitrais também do mesmo tom.
 
Os turistas não podem entrar na mesquita durante os horários de oração, quando os muçulmanos vão até ela orar. As orações ocorrem cinco vezes por dia. Um chamado que ecoa por toda a cidade antecede cada oração, através de caixas de som instaladas no alto dos minaretes. Quem nunca teve contato com o mundo islâmico pode achar estranho o som do chamado ecoando pela cidade. O chamado para oração, denominado de “Azan”, varia conforme o movimento de rotação da terra e o horário do nascer (primeira oração) e do por do sol (última oração), por isso muda constantemente.
De noite a gente inventou de sair para comer mas nada nos apetecia, até que vimos um cara na rua vendendo sanduíche, ele não falava inglês, mas decidimos comprar. O gosto tava esquisito as comemos mesmo assim. No dia seguinte descobrimos que comemos um sanduíche típico, o kokoretsi, feito de tripas!! Eca!!!
No segundo dia encontramos nosso amigo da Bélgica, o Atabey!! Foi tão bom reencontrá-lo! 😀 Fomos fazer um passeio de barco que achamos que duraria algumas horas e acabou durando o dia todo, para nossa alegria. Fomos a Buyukada, uma ilha encantadora. Dura aproximadamente uma hora e meia de viagem para chegar lá! 😉
Informação: Büyükadar, com 5.4 km², é a maior das 9 ilhas localizadas no Mar de Marmara, conhecidas como Princes’ Islands (Ilhas dos Príncipes) e, por isso, o nome de Büyükacar, que significa Ilha Grande em turco (büyük = grande / adar = ilha). Há diversas construções históricas na ilha, como a Igreja e Mosteiro Agia Yorgi. Em 1929, foi o 1º exílio do político russo marxista (União Soviética), Leon Trótski, que ficou lá por 4 anos.
 
Lá alugamos uma bike e fomos até o ponto mais alto da ilha (onde fica um mosteiro) que tem uma vista incrível! Nas árvores da ladeira final para chegar ao mosteiro, vários pedacinhos de papel com pedidos amarrados e, no pico, uma vista maravilhosa de Istambul. Dá para ir de cavalo (é proibido o uso de automóveis na ilha) também, de bike foi pesado, muita subida!! Mas valeu muito a pena, o caminho é lindo! Dizem que a ladeira final é uma ladeira de peregrinação para os cristãos, eu paguei em dobro porque fui levando a bike no braço rs.
Lá na ilha comemos um peixinho e voltamos para Istambul onde fomos a um barzinho para tomar uns bons drinks…
O primeiro post acaba por aqui, os próximos dias seguem nos próximos posts…

Se quiserem mais fotos, acompanhem minha página no face: https://www.facebook.com/pages/Bia-Molinari-Fotografia/484509681607216

Beijos,
Bia

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s