Amendoeiras em flor

Ai gente, toda vez que eu volto de uma excursão, digo a mesma coisa: excursão nunca mais. Aí passam dois meses eu esqueço e repito o mesmo erro. Vocês podem ler as últimas duas furadas: Serra da Estrela e Nazaré e Fátima. Ok, teve a excursão pelo Marrocos que foi legal.
Eu detesto a dinâmica das excursões, sempre se faz tudo correndo e fica pouco tempo onde eu gostaria e tempo demais onde não me interessa. Acho que a grande questão é ver quem é o público alvo da excursão. No caso das duas furadas o público alvo eram os idosos e por isso foi desastroso, assim como esta. Já na viagem para o Marrocos, a excursão era voltada para jovens Erasmus e isso faz toda a diferença!
A excursão de modo geral valeu a pena, mas ficamos pouco tempo em cada lugar, o que adianta conhecer “au passant” 5 cidades? Preferia conhecer bem uma ou duas. Sem contar que o nome da excursão é amendoeiras em flor, e pouco vimos de amendoeiras, só pela janela do ônibus que o motorista nem diminuiu a velocidade e no castelo, mas nada como eu esperava.
Eu rodei a baiana com as senhorinhas da excursão. Após 8 horas de viagem ouvindo Quim Barreiros no último volume e depois de ter pedido educadamente três vezes para baixarem o volume, as senhorinhas começaram a brigar comigo e eu briguei de volta, mas finalmente consegui ter três horas de silêncio voltando para casa, tudo que eu queria. Na excursão da Serra da Estrela foi a mesma coisa, argh! Sério, ouvir 8 horas de Quim é para os fortes!
A excursão passou por: Régua, São João da Pesqueira, Figueira Castelo Rodrigo, Freixo Espada à Cinta e Mirandela. Enfatizo o PASSOU. Passamos pouco mais de meia hora em cada cidade.
Régua

Eu já tinha ido a régua (http://bla-bla-bia.blogspot.pt/2013/11/glorioso-passeio-tramontaino-y.html), mas em quarenta minutos não deu para muita coisa, só mostrar as pontes sobre o Douro para minha mãe e tomar um café.

Passamos por São João da Pesqueira e fomos almoçar em Figueira de Castelo Rodrigo. Comi borrego (carneiro) e a sobremesa era “come e cala”, uma mistura de mousse, natas e fruta. Essa região é fronteiriça à Espanha e alguns celulares, o meu inclusive, mudou o horário e queria cobrar roamming.

                           

Figueira Castelo Rodrigo

Trata-se de um território cujo povoamento remonta à fase final da Pré-história, à Proto-história e à época romana. No início do século XIII, o rei de Leão, Afonso IX, empreendeu a construção de uma fortaleza sobre a colina de Castelo Rodrigo constituída por uma cintura de torres semicirculares e uma imponente torre albarrã.

     

Foi o lugar que mais gostei, tinha algumas amendoeiras em flor e podemos comprar amêndoas deliciosas! Sem contar que a fortaleza é bem bonita, no alto do monte com uma bela vista!

        






Freixo Espada à Cinta

Não tinha muita coisa, só mesmo a espada no freixo e uma torre e uma igreja.

       

                       

Mirandela

A cidade de Mirandela localiza-se no Vale do Rio Tua. À sua volta, encontram-se muitos montes e, por essas razões, em Mirandela verifica-se um microclima caracterizado por Verões abafados e quentes, que lhe dão a alcunha de Terra Quente Transmontana.

Na Lista de património edificado em Mirandela existem outras atrações como:
Pelourinhos: Abreiro, Frechas, Lamas de Orelhão, Mirandela e Torre de Dona Chama
Igrejas: Igreja de São Tomé de Abambres, Igreja de Santo André de Avantos, Igreja da Misericórdia de Mirandela e a Igreja de Guide
Ou ainda: Paço dos Távoras, Solar dos Condes de Vinhais, Castelo de Mirandela, Castro de São Juzenda, Abrigos rupestres do Regato das Bouças ou o Castro de São Brás em Torre de Dona Chama.
Parece ser bem bonita mas só conheci a parte em torno do rio, passamos pela Ponte sobre o rio Tua considerada Monumento Nacional e comprei um cachorro-quente. 😛
Enfim, não foi um total desperdício pois minha mãe queria conhecer essa região do Douro e saiu mais barato do que ir de trem. E do ônibus conseguimos ver belas paisagens também. Minha mãe gostou, ficou feliz, então valeu para mim também. Meus amigos que foram comigo que me xingaram um pouco  (não tanto pois eles tinham fones de ouvido) rsrs Ah vale ressaltar que as excursões que fiz em Portugal o guia nunca falava muito, não dá informações sobre os lugares, explica as coisas, nada disso, só fala a hora que tem que estar de volta ao ônibus.
Excursão: Vertical Tur (https://www.facebook.com/vertical.tur?ref=ts&fref=ts)

Fotos da janela:

Mais fotos no meu instagram (roda_mundo) e na minha página do face: Roda Mundo.

Beijos,
Bia

Anúncios

3 comentários

  1. Viagem corrida também não é a minha, até porque prefiro me perder pelas cidades que vejo e descobrir coisas sozinha, mas de vez em quando excursões valem mais a pena (como a viagem à Marrocos, por exemplo. Sou doida para ir, mas já me disseram que sozinha não é uma boa). Agora rodar a baiana com senhorinhas é para fortes, hein? As velhinhas daqui são duras na queda! rs
    Aliás, adoro o blog, já tô separando um monte de dicas para a Grécia e Itália! ^^
    Bjs!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s