África do Sul – O país que você PRECISA conhecer!

Acabei de voltar de viagem e preciso dizer que estou encantada por esse país lindo que é a África do Sul, país imensamente acolhedor, com pessoas simpáticas e acolhedoras, rica gastronomia, vinhos deliciosos, muita história e superação, animais em grande quantidade e variedade, natureza exuberante, belíssimas paisagens e muito mais! Nesse post vou compartilhar dicas para quem está pensando em conhecer esse país, como moeda, quantos dias ficar, como organizar o roteiro, clima, segurança e muito mais!

Sabe aquele lugar que você mal vai embora e já pensa em voltar? Assim foi a África do Sul pra mim, 10 dias foi muito pouco tempo para explorar esse país!

Moeda 

Que moeda levar para África do Sul? A moeda deles é o Rand, que custa aproximadamente 0,25 reais. Ou seja, 1 real valem 4 rands. O ideal é levar dólares e trocar por lá, existem muitas casas de câmbio. No aeroporto a cotação estava um pouco pior, mas nos shoppings sempre tem uma casa de câmbio (a cotação do dólar estava a 12 rands).

Quanto levar?

O custo por lá é baixo, vou citar alguns valores médios:

Café da manhã: 50-100 rands

Refeição: 100-200 rands

Hospedagem estilo B&B: 500-600 rands o casal (algumas pagamos menos e outras mais, esse é um valor médio)

Aluguel do carro: R$70-85 por dia.

Gasolina: ~ R$3,30 /L

O que encareceu mais a viagem foi o safari no Kruger, que saiu por 8000 rands (2 noites e 3 dias).

Clima 

Muita gente me perguntou sobre o clima, se fazia frio, etc. Eu fui no verão, em fevereiro e passei muito calor e muito frio! Durante o dia faz bastante calor e conforme cai a noite começa a ventar e esfriar bastante! Não deixe de levar um bom casaco, de preferência corta vento.

Segurança

Eu visitei Cidade do Cabo, Garden Route (até Jeffreys Bay) e Joanesburgo. Na primeira parte da viagem me senti bem segura, só numa praia chamada Miuzeberg que quase fui assaltada, estava bem distraída tirando foto e um tipo ficou nos acompanhando, ainda bem que a Érica estava atenta e ele exitou um pouco, foi o tempo da gente “vazar” dali. Já era fim do dia e tinha pouca gente por lá, demos sorte.

 Joanesburgo está entre as 100 cidades mais perigosas do mundo, e merece o título. Eu conheci dois brasileiros que sofreram tentativa de assalto caminhando na rua (de dia e movimentada, o cara se pendurou no braço dela pedindo dinheiro, sorte que o amigo dela pegou ela pela cintura, deu um twist carpado e eles saíram correndo) e uma conhecida deles foi assaltada parada no sinal de trânsito (10 homens cercaram o carro dela, quebraram os vidros e levaram os celulares, imaginem o desespero). Nos dias que fiquei lá saí muito pouco no centro (que é o local mais perigoso), no entanto me senti segura no Soweto e em outros bairros. Mas ainda sim acho que todo o cuidado é pouco, estejam alertas!!!

Como se locomover  

Não há dúvidas: alugue um carro! O preço é super convidativo e vale a pena. No primeiro dia em Joanesburgo estávamos sem carro e pagamos 80 reais por uma corrida de uber de 30 minutos, e com esses mesmos 80 reais alugamos um carro por 24 horas no último dia, faça as contas e veja o que vale a pena. Na Cidade do Cabo ter um carro é um adianto de vida, principalmente para quem quer explorar a região (vinhos e garden route).

Não me pediram carteira internacional para dirigir na África do Sul, no entanto, pela lei é necessário um documento com foto em inglês, um amigo foi parado numa Blitz e teve problemas, no final acabou sendo liberado, mas imagina a dor de cabeça que poderia ter sido.

Mas se preparem que a mão é inglesa, mas super bem indicado, tem setas pintadas no chão e setas indicando o sentido da rotatória, é bem seguro e rapidinho se pega o jeito da coisa!

O preço da gasolina também é inferior ao do Brasil, as estradas são maravilhosas, um tapete, e durante todos os nossos dias lá só pagamos um pedágio!

Quantos dias ficar e como organizar seu roteiro

Eu fiquei 10 dias e foi pouco! Para conhecer “bem” a África do sul eu sugeriria ao menos 14 dias, entre eles 5 para cidade do cabo (pode incluir uma noite na região dos vinhos), 4 para fazer a Garden Route (se quiser incluir o wild spirit acrescente mais um dia), 1 para Joanesburgo e 3 para fazer o safári no Kruger Park.

A Cidade do cabo é incrível e repleta de atrações! Algumas são:  Cape Point, Table Mountain, Lion’s Head, Boulder’s beach (dos pinguins), Camp’s bay beach, Miuzemberg e Rota dos Vinhos.

A Garden Route é outro passeio imperdível, ela consiste em um trecho de aproximadamente 200km entre as cidades de Mossel Bay e o Parque Nacional de Tsitsikama. Algumas paradas por lá são: Mossel bay, Knysna, Parque Tsitsikamma, Jeffrey’s Bay e Porto Elizabeth. Por lá também é possível encontrar muitos parques de animais e até uma parada para  Bungy Jump na Ponte de Bloukrans (216m de altura, o maior bungy de ponte do mundo).

O albergue Wild Spirit fica no Nature Park, e muitas pessoas disseram que é uma experiência única!! A propriedade é bonita, com muita natureza e cachoeiras, e um ótimo lugar para conhecer pessoas, com jantares em torno da fogueira todas as noites. Parece ser bem hippie, mas me pareceu uma experiência interessante para quem tiver mais dias 🙂

Joanesburgo não tem tanta coisa para fazer, uma atração bacana é visitar o Soweto, uma ideia é fazer um tour de bike saindo do Hostel Lebo’s. Eu perdi a hora (tem saídas as 10, 13 e 15:00), mas uns amigos disseram e adoraram. Outras atrações são o Museu do Apartheid, a casa de Nelson Mandela, e alguns parques nos arredores.

O Safári é com certeza um dos pontos altos da viagem! Escolhemos o Kruger por ser o com a melhor reputação e foi a melhor decisão, vimos MUITOS animais, girafa e elefante a gente já estava até achando banal, veado então, era tipo abelha rsrs Além desses também vimos leoas com filhotinhos, leão (momento mais emocionante), bebês elefantes, rinocerontes, hipopótamos, crocodilo, zebras, gnus, búfalos, javalis, macacos de diferentes espécies, pássaros super coloridos… Incrível! Pegamos um pacote de 3 dias e 2 noites (incluindo 4 games) e achei que foi um tempo ótimo. Também achei que valeu a pena fazer este passeio com excursão, os motoristas eram super experientes e sabiam exatamente onde ir, acho que por conta própria não teríamos visto tantos animais! Depois vou fazer um post específico contando detalhes e enchendo vocês de fotos!

Gente, estas foram as dúvidas que me vieram a mente, quaisquer outras é só deixar aqui nos comentários! Vou fazer posts específicos sobre a Cidade do Cabo, Garden Route, Região das Vinícolas e o Safári no Kruger. Aguardem!

Beijos e até o próximo post!

 

Anúncios

3 comentários

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s