Meu roteiro na Filipinas (15 dias)

Gostaria de começar falando que esse é um pré-post. Como assim? Tenho recebido muitas mensagens pedindo meu roteiro nas Filipinas, informações, dicas… Então quis lançar já algumas informações para ajudar quem está querendo ir ainda nesse verão!  Mas vou editar ainda o texto e acrescentar mais informações!

Nós ficamos 15 dias na Filipinas, e achei um tempo bom, mas ficou um pouco corrido para quantidade de coisas que fizemos! Ficaram faltando também outras cidades, igualmente bonitas, mas não dá para querer conhecer um país inteiro em uma férias né?!

Aqui vou dar dicas mais gerais do país e depois faço um post para cada destino falando melhor dos passeios. Esse post é mais para ajudar a organizar o roteiro, explicar os translados, etc.

Os preços estão todos em pesos filipinos (phps) . Cotação: 0,0625 reais. A gente dividia por 10 para ter ideia do valor, mas é até menos.

No final do post tem DICAS IMPORTANTES!

❤ ❤ Gente, muitas pessoas vem falar comigo o quanto esse post tem ajudado a montar o roteiro, então vou pedir um favor para voces. Como eu, voces devem fazer as reservas pelo Booking, eu peço para voces usarem meu link (link Booking), voces nao pagam nada a mais por isso e eu ganho uma comissão, deixa salvo no navegador esse link e usem ele quando puderem, beijos de luz. <3<3

Nosso roteiro de 15 dias na Filipinas

Dia 1: Chegada a Manila. Manila – Boracay

Pegamos um vôo da Air Asia de Bangkok para Manila. Em Manila pegamos um voo da Cebu para o aeroporto de Kalibo. Esse aeroporto é mais distante de Boracay, mas as passagens estavam mais baratas, o ideal é chegar pelo Caticlan.

Em Kalibo, assim que você sai do aeroporto, diversas pessoas oferecem translado até Boracay. O translado consiste em um trecho de van (1:30 de viagem) + Barco (20 minutos).

Dias 2,3 : Boracay

Ficamos dois dias inteiros em Boracay, que achei suficiente. Boracay não tem uma beleza imperdível, ainda mais para nós brasileiros. Lá você vai encontrar aquele cenário típico de praia, areia branquinha, mar azul e coqueiros.

O que achei bacana de lá é que é a cidade que mais recebe turistas da Filipinas, e é a que tem mais estrutura também. O centrinho é uma graça, com muitos restaurantes e lojinhas!

Dê preferência a se hospedar na praia, que onde acontece o agito. Eu fiquei num “resort” (lá qqr coisa eles chamam de resort) chamado DiveGurus, era razoável, fiquei meio decepcionada pq a palavra resort me inspirou algo diferente, e na verdade era uma pousada simples.

Passeios: Puka beach e Ilig-Iligan beach (ambas de triciclo) e Island Hoping

Dia 4: Boracay- Cebu- Moalboal

Saímos de Boracay para o aeroporto de Caticlan. O esquema é barco+ triciclo, contratamos no hotel mesmo.

Em Caticlan pegamos um vôo para Cebu ( Cebu Pacific Airlines). É bom se preparar pois essa cia áerea tem muitos atrasos, quase todos os nossos vôos tiveram atrasos.

Em Cebu pegamos um táxi para Moalboal. Foram cerca de 3 horas de viagem e custou 2400 phps (cerca de 200 reais). Eu aconselho já pegar o contato do taxista e negociar o transporte do dia seguinte para Oslob. Moalboal não tem táxi e você fica a mercê do serviço do hotel, que é bem mais caro.

Dia 5: Kawasan Falls e ida para Oslob

Fizemos o passeio  Canyoonering no Rio Matutinao que termina na Kawasan Falls. Todos dizem que esse é um dos passeios mais incríveis da vida, mas como teve um tufão no dia anterior, não conseguimos fazer o passeio completo, então não foi tãoooo legal e a água que costuma ser azul, estava verde! Esse passeio custa 2500 phps (saindo de Moalboal).

Voltamos do passeio cerca de 16:00 e pegamos um táxi para Oslob por 3000 phps e a viagem durou cerca de três horas.

O centro de Oslob não tem naaaaada. Fiquei hospedada no GT Seaside Inn, que era razoável, quarto bem pequeno e café da manhã pobrinho, aliás, quase todos os lugares dessa viagem o café era pobrinho. Mas também não era ruim e o recepcionista era super safo.

Dia 6: Oslob

Acordamos super cedo para ir nadar com os tubarões baleia. Confesso que fiquei muito chateada com esse passeio. Nós achávamos que iríamos para alto mar nadar com eles, mas na verdade eles ficam em uma espécie de cativeiro junto a costa. Era um dos passeios que eu mais esperava e ficou só a decepção.

Após o nado com os tubarões, que é super cedo, 6:00 da manhã, fomos para uma ilhota chamada Sumilon, com uma praia linda! Vale a pena tentar se organizar para passar o dia lá e conhecer o hotel que fica na ilha, eles tem day use e me disseram que é ótimo! O passeio custou 550 phps.

No final da tarde ainda fomos conhecer as Aguilini Falls, onde fizemos uma espécie de canyoonering, subindo as mais de 8 quedas da região, achei super legal! Preço: 200 phps pros guias + 60 phps de entrada .

Nós contratamos um triciclo que ficou com a gente o dia todo nos levando de um lugar a outro, pagamos 1000 phps.

Dia 7: Oslob- Cebu-Puerto Princesa- El Nido

Dia mais legal da viagem #sqn. pegamos um táxi de Oslob para Cebu, foram umas 4 horas de viagem, pagamos uns 3000 phps. Lá pegamos um vôo da Cebu Pacific para Puerto Princesa. Existe opção de ir direto para El Nido com a cia aérea Air swift (mas é bem mais caro).

Em Puerto Princesa, pegamos uma van para El Nido. Essa van é super mal falada! Muita gente pega vans desconfortáveis, ou com pessoas acima da lotação. Confesso que dei sorte, a van era muito espaçosa e confortável, mas é uma viagem cansativa ainda sim, foram 6 horas de viagem! Pagamos 600 phps e ela nos deixou diretamente no hotel

Dias 8,9,10: El Nido

Em El Nido ficamos em um albergue ótimo chamado Spin Hostel, ele esgota com muita antecedência então corra! El Nido tem poucas opções de hospedagem e são geralmente caras!

Fizemos três passeios: Tour A, Tour C e Tour B (POST SOBRE EL NIDO AQUI). Os melhores são o A e o C. os passeios custam entre 1300 e 1600 phps + taxa de preservação (300 phps e vale até 7 dias). Reservamos todos direto no hostel.

Achei três dias um tempo bacana! Uma dica legal é ir ao view-point, eu não fui pois só me deram a dica depois, mas acho que vale a pena se informar no hotel!

El Nido tem um centrinho razoável, com algumas lojinhas e restaurantes bacanas. Eu jantei dois dias no Art Café que ganhou como melhor pizza da viagem!

Dia 11: El Nido – Coron

Existem dois tipos de barco para fazer essa viagem: o lento, que é super desconfortável, dura cerca de 5 horas e custa 1200 phps ou o rápido que demora 3:30 e custa 1800 phps. Ambos dependem das condições da maré. Eu fui no barco rápido, comprei os tickets no hotel mesmo (comprar assim que chegar a El Nido pois só tem um horário por dia) e achei bem tranquilo!

Chegamos em Coron por volta de meio dia (o barco sai as 06:00). De tarde não dá para fazer passeio pras ilhas mas um passeio bacana é conhecer as hot springs ou o view point da cidade.

Dias 12,13, 14: Coron

Em Coron, dois dias fizemos passeios fechados com agência e outro contratamos um barco particular. Vou depois fazer um post exclusivo com essas dicas. Por hora adianto que três dias foram suficientes! Os passeios custam na faixa de 1000-1500 phps e reservamos todos direto no hotel.

O centrinho da cidade é bem feinho, sem muitos restaurantes ou lojinhas.

Nós ficamos hospedadas no Haisa Apartments que achei com bom custo x benefício, as meninas da recepção eram um doce!

Dia 15: Coron- Manila

De Coron fomos para Manila mais uma vez de Cebu Pacific e de lá seguimos viagem para Singapura 🙂


Pessoal, esse é meu roteiro, e aos poucos vou colocando mais informações, ok? Qualquer dúvida é só comentar!

DICAS IMPORTANTES

Horário. Gente Filipinas é tipo Brasil, ou seja, não conte com a hora que está escrita no papel, tudo atrasa, desde os barcos, os pick-ups e até os vôos. Quase todos nossos vôos internos tiveram atrasos então se programe sempre com folga!

Transporte. Vocês viram que usamos muito táxi, os ônibus entre as cidades costumam atrasar muito, e como estávamos com roteiro bem amarradinho preferimos não arriscar

Moeda. Levamos dólares e trocamos lá por pesos filipinos, atenção ao horário, as casas de câmbio costumam fechar cedo, não bobeia!

Passeios. Fizemos as reservas todas diretamente no hotel. Na cidade você consegue preços melhores mas qualquer problema é muito mais complicado resolver, depois de quase cairmos numa cilada na Tailândia, ficamos espertas nas Filipinas.

Assédio. Nós como três mulheres sozinhas sofremos um pouco de assédio, nos passeios de barco os marinheiros sempre faziam piadinha, tentavam encostar na gente (no braço), inclusive peguei um tirando fotos nossas. Então se preparem psicologicamente.

Segurança. O presidente das Filipinas é bem radical, existe pena de morte para usuários e traficantes de drogas, ladrões, etc. Apesar de achar que os fins não justificam os meios, o país é bem seguro, não nos sentimos ameaçadas em nenhum momento.

O que levar? Item que fez a diferença foi a bolsa impermeável, você compra lá mesmo, é super baratinho (R$20) e tem de várias litragens. Não achei aqueles sapatinhos (aqueles para andar em pedras na água) necessários não.

!!! O que mais me perguntam:

Dá para uma mulher fazer mochilão sozinha nas Filipinas?

Dá, eu iria sozinha, me senti muito segura por lá. O assédio existe, mas não nos sentimos ameaçadas, só incomoda mesmo, vá com o sacômetro preparado (pra não ficar de saco-cheio). O único ruim é que lá tem poucos brasileiros e muitos asiáticos, que na maioria tendem a ser mais fechados, então não fizemos tantas amizades por lá, mas pode ter sido defeito nosso!

O que é imperdível nas Filipinas?

O que eu mais gostei lá foi a ilha de Palawan, onde fica El Nido e Coron, as belezas naturais são INCRÍVEIS!

El Nido ou Coron?

Pergunta difícil, pois ambos são imperdíveis na minha opinião, mas se tivesse que escolher, seria El Nido. Em termos de belezas naturais, ambos são tops, mas El Nido ganha por ter um centrinho mais bem estruturado, com restaurantes, lojinhas, etc.

Galera fala bem inglês nas Filipinas?

Fala! Os outros países do sudeste asiático a gente teve dificuldades com inglês, o que não foi o caso nas Filipinas, lá o inglês é uma das línguas oficiais e todos falam, uns melhor, outros pior, mas funciona! Até o rótulo dos produtos é em inglês por lá.

Anúncios

14 comentários

  1. Olá! Estou indo para filipinas em abril/maio!
    No total contando com transporte, alimentação, hospedagem… enfim tudo, quanto foi mais ou menos os gastos em dólares?! Quero ir preparada financeiramente… e se ficasse mais tempo, pra onde iria?

    Obrigada! Bj

    Curtir

  2. Olá Bia,
    Queria muito as dicas de Coron e os passeios privados que fizeram. Viajo agora dia 10 de abril!

    Fiquei com uma dúvida a respeito do barco de El Nido pra Coron. Você disse que são 3h30 de trajeto no barco rápido, mas disse que saiu as 06h e chegou em Coron meio dia! PQ foram 6h de duração? Aconteceu alguma coisa?
    O barco balança muito?
    Eu ia pra Boracay e agora de última hora, resolvi trocar Boracay por Coron. Tá um loucura montar esse destino de última hora. Help me please!

    Curtir

    • Fernanda achou que mandou super bem em trocar Boracay por Coron! Então o barco demorou pra sair, acabou saindo umas 6:30, e na saída demora até sair do barco, pegar as malas, arranjar um transporte.. Chegamos 12:00 no hotel. O barco não balança muito não, achei tranquilo! O ruim é que quando o mar está agitado dizem que esse barco não sai. :/
      Acho que não vou conseguir fazer o post de Coron a tempo da sua ida, mas no meu instagram eu contei todos os passeios que fiz (@roda_mundo ou #nos3naasia).

      Curtir

      • Bia,

        Eu tô numa dúvida cruel aqui.
        Tirando os dias que a gente voa ou faz a travessia de barco el Nido – Coron, tenho 5 dias inteiros.
        Tava pensando em colocar 3 dias em el Nido e 2 dias em Coron. O que tu acha? Melhor fazer 3 em Coron e 2 em El Nido?

        Em El Nido pensei em fazer os tours A e C. E em Coron os tour A e B (acho que é isso… que vai para – kayangan lake, Twin lagoons, barracuda lake, siete pecados) Queria fazer aquele que vai pra Malcapuya Island, banana, etc. mas li por aí que são 2h em mar aberto e pode ser meio tenso… aí desisti. Vc fez?
        Tô na dúvida pra qual destino deixo um dia a mais e o que faço nesse dia.

        Obrigadao por toda a ajuda!

        Curtir

      • Fernanda, eu colocaria 3 em Coron e 2 em El Nido. Esse passeio das praias dizem que é lindíssimo, ão fui pois o mar estava agitado, ai eles não liberam o passeio. Então, fica tranquila, que eles só vão liberar se as condições estiverem boas 🙂
        Em El Nido faça os tours A e C mesmo, são os melhores!

        Curtir

  3. Oi Bia!! Acompanhei toda sua viagem pelo instagram e amei! Depois escreve um post sobre seu roteiro na Tailandia e no Camboja, estou planejando uma viagem pra lá no fim do ano e queria dicas! obrigada =)

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s