imagem Pedra da Gávea: a trilha mais esperada!

Olá!

A Pedra da Gávea é um ponto de referência no Rio, é possível vê-la de vários pontos da cidade e chegar ao seu topo sempre foi meu sonho. Mas todos diziam ser uma trilha difícil que necessitava preparo físico, etc. Então escolhi fazer várias outras trilhas antes até me sentir preparada, e foi a melhor coisa que fiz! Fiz a trilha sem dificuldades e a sensação de vitória e orgulho valeu a pena!

Até achei a trilha fácil, agora vou ter que alçar vôos mais longos (ops trilhas), to quase zerando as trilhas do Rio, acho que vou ter que começar a explorar as trilhas da região serrana, e aprender a carregar cargueira (confesso que carregar peso ainda é um obstáculo pra mim).

Mas foco na Gávea, eu fui com uma amiga super experiente e que já conhecia a trilha até no escuro, mas super recomendo um guia, além da carrasqueira existem outros trechinhos escorregadios e de escalaminhada, com exposição a altura, quem é inseguro pode travar e ter um guia e segurança podem fazer toda a diferença. No dia que eu fui, um menino ficou perdido e os bombeiros estavam indo resgatar, ou seja, se não conhece bem a trilha, vá com um guia, no final do post vou recomendar alguns guias que gosto.

A Pedra da Gávea foi conhecida pelos indígenas como Metaracanga, a cabeça enfeitada, em uma  referência ao formato que a Pedra apresenta quando vista de frente em sua face oposta ao mar. Os navegantes portugueses, em seus mapas, já se referiam à montanha como Pedra da Gávea, em virtude do seu cume em platô que lembrava o cesto para observação das caravelas , chamado gávea.

Vamos falar um pouco sobre os dados “técnicos” da trilha da Pedra da Gávea?

Tempo médio: 3hs de subida e 2hs de descida

Distância: 1670m (trajeto completo)

Altitude máxima: 844m

Nível: Muito Difícil

Trajeto: Estrada do Sorimã – Pedra da Gávea

Classificação do Percurso – ABNT

Severidade: 3 – Severo

Orientação : 3 – Exige a identificação de acidentes geográficos

Terreno: 4 – Percurso com obstáculos

Esforço: 4 – Esforço intenso

Horário de visitação: 8 às 17hs (até às 18hs no verão)

Apesar de ser uma pequena distância, nem 2 km, a trilha é bem íngreme durante todo o tempo, e com muitos obstáculos, por isso é considerada difícil.

A carrasqueira é indicado o uso de cordas, eu subi sem corda, mas não é recomendando, muitas pessoas travam, no dia que eu fui tinham algumas pessoas travadas, e travar no meio da carrasqueira, ai sim pode ser perigoso, melhor não arriscar e ir com um guia. Eu estou muito acostumada com trilhas e não tenho medo de altura, então subi bem, mas todo cuidado é pouco quando se fala de vida. Com corda, não há medo nenhum, subida super tranquila.

No dia que eu fui, quando chegamos no topo o tempo fechou então não tenho muitas fotos no topo, que tem vários cantinhos bacanas para fotografar. Uma dica de foto é o paredão (que dá um efeito de precipício assustador), esse paredão fica antes da carrasqueira. Logo depois da Praça da Bandeira (um clarão mais ou menos com 2/3 da trilha), tem um clarão a direita que permite ver a praia da barra, logo depois tem uma trilhazinha à esquerda e já dá para ver o paredão, a foto fica irada (pena que o tempo já estava virando):

2016-08-04 10.15.59-3

A carrasqueira também rende fotos lindas:

DCIM126GOPRO

2016-08-04 10.52.43

Lá no topo tem alguns cantinhos para tirar foto mas o tempo não me ajudou, vou deixar essas dicas para a próxima vez que subir que já tenho planos, subir via P4, um trajeto diferente que passa por cantos lindos (garganta do céu, etc).

Entendendo a gávea:

trilhandomontanhaspedradagavea
Fonte: @trilhandomontanhas

Eu e a “cabeça”:

2016-08-04 10.01.34

Gente, espero que tenham gostado do post e se preparem para essa trilha que vale DEMAIS!

Guias que eu recomento: Kmon Adventure, Desbravando Rio e Pegadas de Aventura.  (Todos são parceiros do blog e eu confio MESMO, seguidores do blog tem desconto)

Instagram com dicas: @pedradagavea

Anúncios

Um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s