imagem Fernando de Noronha: O paraíso é aqui!

Gente, estou muiiiiiito feliz com esse post! Convidei a Marcela para contar para gente da viagem dela para Noronha e o post ficou lindo com fotos e dicas incríveis!! Já quero ir para lá tipo amanhã! Quem vamos?!

Segue o texto dela:

mirante+dois+irmãos+noronha
Mirante do Morro Dois Irmãos

Sou a Marcela do instagram @viagensdamarcela, vou contar um pouco sobre minha viagem a Fernando de Noronha, em agosto de 2015. Escolhi essa época, de agosto a outubro, por ser a melhor para quem quer aproveitar um mar calmo e fazer snorkel, exatamente o que queríamos. No mês de agosto pode ter bastante vento, mas demos sorte. Aos viajantes que querem aproveitar para surfar na ilha, o ideal é ir de dezembro a março, principalmente janeiro e fevereiro. De abril a julho é a estação chuvosa.

baia+porcos+noronha
Baía dos Porcos

Noronha na verdade não é uma única ilha, mas um arquipélago com 21 ilhas. Fica a distância de 360km de Natal e 540km de Recife, porém é parte do Estado de Pernambuco. Os vôos para lá saem dessas duas cidades e são poucos, para controlar a entrada de visitantes, visto que o arquipélago é uma Área de Preservação Ambiental. O fuso horário é 1 hora adiantado em relação ao continente. Tudo chega através de avião ou barco, e existe a orientação de economizar energia e água. A água, aliás, é dessalinizada. Sinal de celular não pega bem por lá.
Ao chegar ao aeroporto, os visitantes devem pagar a Taxa de Preservação Ambiental, no valor de R$ 51,40 por dia na ilha. É possível pagar com cartão de crédito, e até mesmo pelo site http://www.noronha.pe.gov.br , e no aeroporto apenas mostrar o comprovante. Além da TPA existe uma taxa de visitação que deve ser paga no ICMbio. Custa 82 reais por pessoa, é válida por 10 dias, e necessária para visitar as praias que ficam dentro do parque, como Sancho, Sueste, baía dos golfinhos…

praia+sancho+noronha
Praia do Sancho

Há várias empresas que realizam passeios em Noronha, elas costumam fazer o transfer dos turistas do aeroporto à pousada, é bem comum lá. Sua pousada conseguirá esse transporte. Na volta, a empresa com quem você fizer os passeios o levará ao aeroporto. Nós pegamos o transfer com empresas diferentes na ida e na volta e não teve problema.
Falando em pousadas, a hospedagem varia muito, mas é sempre cara! Uma diária na casa de um nativo sem café da manhã sai em média por 200 reais. E os preços praticados nos mercados são bem elevados, devido ao transporte para chegar à ilha.
Sobre os passeios, há muitos passeios para fazer em Noronha! Os passeios mais famosos são Ilhatour e o passeio de barco. O Ilhatour é um passeio de van que leva os turistas para conhecer as praias mais famosas. Custa em torno de 120 reais por pessoa. Outra opção é alugar um buggy, por 200 reais a diária (em época de reveillon e mês de janeiro o preço dobra), e fazer seu próprio roteiro.

praia+boldro+noronha
Praia do Boldró

 

Passeio de Buggy

Optamos pelo buggy pra fazer nossos horários e ficar o tempo que quiséssemos em cada lugar, mas já aviso: o acesso às praias é horrível, com ruas de terra muito esburacadas. Se optar pelo buggy, vale a pena passar no IMCbio e pegar um mapa da ilha e informações com os funcionários. Nesse dia fomos à Cacimba do Padre, por lá atravessamos algumas pedras e chegamos à lindíssima baía dos Porcos!

cacimba+padre+nronha
Cacimba do Padre
berçário+peixes+baia+porcos
Berçário de peixes na baía dos Porcos. p.s. É proibido entrar nessa piscininha 😉

Entramos no buggy novamente e fomos à baía dos Golfinhos, através de uma trilha fácil com acesso a cadeirantes. O local é apenas para observação, e não vimos nenhum golfinho… Continuando a trilha, passamos pelos mirantes do Morro Dois Irmãos (o da primeira foto do texto) e da praia do Sancho. No final, descemos uma escadaria para tomar banho no Sancho, que já foi eleita a praia mais linda do mundo! Vale lembrar que no Sancho somos orientados a não mergulhar com bastão de selfie, pois pode machucar os animais. A vida marinha em Noronha é muito rica, em qualquer praia vemos muitos peixes, e também arraias, polvos, tartarugas… É possível ver tubarões, geralmente tubarão-lixa (aquele que não morde, gente!) e golfinhos.

baia+golfinhos+noronha
Baía dos Golfinhos
mirante+sancho+noronha
Mirante do Sancho
praia+sancho+noronha+peixes
Praia do Sancho

Passeio de Barco

O passeio de barco navega a costa oeste da ilha, o mar de dentro, e dura a manhã inteira. Tem uma parada para banho no meio da praia do Sancho, um lugar lindo!
Em algumas empresas há um opcional de continuar o passeio, você faz o aquasub e almoça no barco, retornando às 14h. Em outras, o passeio termina na hora do almoço, o viajante almoça e à tarde volta para para fazer o aquasub e assistir ao entardecer. Aquasub ou planasub é um passeio em que se fica agarrado a uma prancha ligada ao barco por uma corda, e conforme o barco navega você vai sendo levado e observando a vida marinha! Vimos muitos animais porém não tiramos fotos. Vale a pena mas prepare-se pro frioooo, pois o passeio é no fundo e com a velocidade do barco os mais friorentos como eu sofrem!

passeio+barco+noronha
Passeio de barco
parada+banho+barco+noronha
Uma das paradas para banho do passeio de barco

Mergulho com cilindro: você pode fazer por agências que saem em um barco e seguem até o mar aberto por 450 reais; ou agências menores, onde o passeio começa da areia, você entra no mar e segue até um navio naufragado. Esse custa 250 reais. A profundidade do mergulho é 12 metros em qualquer um dos passeios. Fizemos saindo da areia com a empresa Sea Paradise e o instrutor Silvio, foi ótimo.

lagostas+navio+naufragado+noronha
Lagostas sob o navio naufragado

Trilhas em Noronha: há muitas trilhas e todas devem ser reservadas no ICMbio, pois as vagas são limitadas. As mais famosas são a trilha curta do Atalaia, que dura 1h30 e não precisa de guia; a trilha longa do Atalaia e a trilha dos Abreus. Essas exigem guia, no valor de 100 reais por pessoa, são mais extensas, e é necessário ir de tênis. Só fizemos a trilha curta, em que se chega a uma piscina natural berçário de peixes e tubarões. Quando fomos fazia tempo que os baby tubarões não eram vistos por lá, mas vimos peixinhos e polvos. É proibido usar nadadeira e filtro solar para não afetar a água. Fomos com camisetas com proteção solar pois o sol é forte. Não deixe de levar o filtro solar pois na volta você pode passar.

piscina+atalaia+noronha
Piscina do Atalaia

Em todas as trilhas e também nas praias, leve lanche e água, pois em Noronha não há barracas, restaurantes, etc. Em algumas praias tem uma lanchonete mas não na areia. E, claro, leve seu lixo de volta com você! Recomendo também levar seu próprio kit de snorkel, com máscara, e até nadadeira se tiver. É fácil alugar nas vilas, por 6 reais máscara + snorkel, e também tem em algumas praias, no ponto de partida das trilhas e nos barcos de passeio. Na praia do Sueste, a mais fácil para se ver tartarugas, é obrigatório usar máscara, snorkel e colete. Tudo para preservar os corais, pois se forem pisados levam anos para crescer novamente. Ou seja, nada de ficar em pé nos corais! Tem tudo para alugar lá mesmo, era 6 reais o colete.

praia+sueste+noronha
Praia do Sueste

Além de roupa de banho, lanches, kit para snorkel, camisas com filtro UV, recomendo levar repelente, principalmente quando for comer nas vilas! Aliás, prepare-se: os preços das refeições costumam ser bem altos. Mesmo nos lugares mais simples é difícil um prato individual sair por menos de 50 reais. Nos melhores restaurantes sai em torno de 80 reais por pessoa, mas é possível comer em lugares mais simples, os mais baratos que vi estavam na vila dos Remédios, mas não pesquisei tanto. Fizemos compras em mercado e passávamos o dia na praia, fazendo um lanche por lá, já que não tem restaurantes por perto e seria necessário ir a uma das vilas para comer. À noite então jantávamos em algum restaurante.
Sobre transportes: a passagem de ônibus custa 3 reais e de táxi a tarifa mínima é 19 reais, não importando a distância.

vila+remédios+noronha
Vila dos Remédios

Não bastasse as praias do parque, trilhas, mergulho, passeio de barco, Noronha ainda tem praias ditas “urbanas”: ficam junto às vilas, não exigem trilha e nem cartão de visitação. Nos hospedamos na vila dos Remédios e a praia mais próxima era a praia do Cachorro, onde tinha um bar na areia e algumas mesas. De lá, pegávamos uma trilha simples e depois descíamos as pedras, chegando à praia do Meio. É possível atravessá-la e ir até a praia da Conceição, onde fica o famoso Morro do Pico.

praia+cachorro+noronha
Praia do Cachorro
praia+meio+conceição
Praia do Meio e Conceição

Apesar de serem praias mais próximas às vilas, são igualmente lindas, de águas claras e também excelentes para snorkel, devido à enorme quantidade e variedade de vida marinha. Da praia da Conceição assistimos a um pôr do sol lindo a ponto de deixar Santorini com inveja hahaha

por+sol+conceicao+noronha

Outra opção é sair da praia do Cachorro e subir para o Forte dos Remédios. De lá a vista da ilha é maravilhosa e o pôr do sol também. Difícil é conseguir sair da praia pra encarar a subida!

forte+remédios
Fim de tarde no Forte dos Remédios

Em resumo, conhecer Fernando de Noronha é inegavelmente caro, mas um destino imperdível, um dos mais lindos que já fui. Os preços descritos são todos referentes a agosto de 2015. E agradeço à Bia pelo convite! Quem quiser ver mais fotos dessa viagem ou de outros destinos, meu instagram é @viagensdamarcela 🙂

Marcela, obrigada pela participação, amei o post e as fotos! Espero que todos fiquem como eu já planejando uma trip para lá…

 

Anúncios

Um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s