Curação: O Mar mais Azul | Roteiro e Dicas

Gente, quem me acompanha no insta sabe que estive recentemente em Curaçao. Essa viagem saiu de uma promoção de passagens, quando vi os preços corri para ligar para Claudinha e na mesma hora compramos as passagens (saiu por R$1200 com taxas). Depois mais pessoas foram se interessando e no final fomos em um grupo de 6 pessoas!
Para quem não sabe, Curaçao é a maior ilha do antigo arquipélago das Antilhas Neerlandesas e um país autônomo constituinte do Reino dos Países Baixos. A palavra Curaçao vem de “curação” (arte de curar) e não com de “coração”, como alguns acreditam. O nome foi dado originalmente por navegadores portugueses que viram ali a cura de doentes atacados pelo escorbuto. Provavelmente, terão sido salvos pelas vitaminas dos frutos que ingeriram na ilha.
Para ir para Curacao, voce não precisa de visto. As línguas oficiais são o papiamento e o neerlandês, mas quase todo mundo na ilha falava inglês ou espanhol, a comunicação foi bem tranqüila.
Onde ficar em Curacao?
Ficamos em Willemstad, e não me arrependo, é uma região mais central com fácil acesso a parte norte e sul da ilha. Mas gente, a ilha é bem pequena, então nada é muito longe. Para quem quer mais agito e sofisticação, a parte sul da ilha é mais recomendada.
Nós alugamos uma casa com a AIRBNB (www.airbnb.com.br/c/bmolinari?s=8) , se vcs clicarem no link e se cadastrarem ganham R$78 de desconto. Eu achei a experiência muito boa. A casa era espaçosa, com piscina, três quartos, cozinha completa.. Tinha o defeito de ter apenas um chuveiro decente, o que atrasava um pouco o processo de arrumação. A piscina tb achei bobagem, chegávamos muito tarde e nem usamos, só pagamos mais caro. Lá além do valor do aluguel, você paga também limpeza, água e luz que consome.
Além de o preço ser bem mais em conta que um hotel tem a vantagem que nos permitiu cozinhar em casa. Comida em Curaçao é bem caro ( cerca de 20 dólares a refeição), então três noites cozinhamos em casa, cada um ajudando um pouco foi uma solução boa e barata.
Como se locomover em Curacao?
Carro. Não existe outra opção, os táxis são carerérrimos e apesar de ter linhas de ônibus, a freqüência me pareceu meio baixa. O aluguel de carro não é caro, pagamos pouco mais de 1000 reais por um carro enorme para 6 pessoas e a gasolina é bem razoável, cerca de três reais por litro. Alugamos com a Álamo, mas tem várias outras no aeroporto mesmo (faça a reserva com antecedência).
Faça download do mapa da ilha quando tiver internet e se localize pelo gps, lá não tem muitas placas!
Quais as melhores praias e passeios de Curacao?
As praias que mais gostei foram a Knepa Grandi e a Cas Abou. E a Jan Thiel também é bacana pela estrutura (tem duas piscinas, uma com borda infinita) e várias opções de bares.
Um dos passeios que acho imperdível é o para Ilha Klein. Fiz com a Mermaid, que me pareceu a com melhor infraestrutura. Pagamos 95 dólares com o cartão “Welcome Curaçao”. O valor inclui bebidas liberadas o dia inteiro (não alcoólicas), café da manhã e almoço. O café da manhã é servido apenas na ilha após duas horas de barco então convém forra o estômago antes de sair de casa. São duas horas de barco e balança bastante, quem enjoa é bom tomar um remedinho. Vale muito a pena!!! A ilha é linda! Lá vimos uma tartaruga durante o snorkel!
O segundo passeio que adorei foi o com o Cp. Good Life, que sai da Boca de Santa Cruz. Custou 20 dólares e dura cerca de duas horas. Passamos por uma praia deserta, uma embarcação afundada e o destaque foi o Blue Room, uma caverna parcialmente inundada com uma coloração de água maravilhosa. Passeio top para fazer snorkel e com belas paisagens, vale muito a pena!!!
Eu não fiz o nado sem snorkel com golfinhos, pois fiz em Cancun, mas minhas amigas fizeram e disseram ser imperdível. Custa 184 dólares (achei salgado) e mais as fotos por fora (não pode levar câmera). O nado com snorkel pode levar câmera mais é preciso saber mergulhar mais fundo e ter uma boa apneia para valer a pena. Ambos duram 30 minutos. Vale a pena fazer lá, é mais caro que Cancun mas em compensação as fotos são mais baratas, como ninguém sai de lá sem as fotos acaba que o total vale mais a pena em Curaçao.
Outro passeio que não fizemos foi ir para Caracas Bay e fazer o passeio de barco para o ponto de mergulho de Tug Boat, uma embarcação afundada a cerca de 5m de profundidade, esse mergulho é realizado somente com snorkel e o barco ainda passa pelo litoral de Spanish Waters, lugar de moradia dos bem afortunados de Curaçao. Esse passeio custa por volta de U$70.00. Não fiz, pois estava com um pouco de sinusite e achei o preço salgado, mas ele é bem recomendado.
Watamula, é um ponto turístico na ilha que gera discórdia. Vi muitos relatos de assaltos nesse lugar, há inclusive uma placa na entrada alarmando os turistas dizendo que é uma área de risco. Graças a Deus não aconteceu nada conosco, mas vale a atenção. Ele é um buraco, com conexão com o mar que teoricamente faz um barulho de respiração, sendo conhecido como a “respiração de Curaçao”, como estava muito vento não ouvi. Não achei nada espetacular, mas é bonito. Como é perto dos outros pontos acho que vale a pena conhecer, mas não vá com grandes expectativas.
Onde comer em Curacao?
Não exploramos muito a ilha gastronomicamente falando, mas posso recomendar um lugar ótimo, comida barata e super saborosa, atendimento bom e fica aberto até 01 am (raridade na ilha).  De acordo com o chef tudo no cardápio era com e realmente tudo que provamos estava delicioso.
Restaurance Cafe Old Dutch. Endereço: Pietermaai 25. Fica em Punda.
Nós normalmente fazíamos sanduíches para levar e almoçávamos sanduíche com água (as vezes a gente comprávamos um chá gelado por salgadíssimos 4 dólares).  As praias pagas tem opção de comidas rápidas com preços bons!
Como organizar seu roteiro e nosso roteiro final.
Separe a ilha por regiões para economizar tempo, praias do norte, praias do sul, praias mais centrais, etc.
Deixe um fim de tarde e uma noite para conhecer o centro histórico: Otrabanda e Punda, as casas coloridas são um charme!
O roteiro que fizemos e acho que ficou muito bom segue abaixo:
Dia 01: Fomos de Avianca e chegamos no fim do dia. Jantamos no centro histórico num restaurante caro e chinfrim, o La Bahia.

Dia 02: O dia acordou nublado e ficamos sem ação. Depois soubemos que lá costuma ser assim, o dia acorda meio nublado e vai abrindo ao longo do dia, durante toda a viagem raros foram os dias que já cedo tinha sol. Fomos na praia Lagoon, que é bonitinha mas nada demais, é boa para snorkel. Depois fomos na praia Vaerdensbaai, que tem uma boa estrutura e é bem bonita.

 

Dia 03: Fizemos o passeio com o cp. Good Life que já descrevi acima. Depois passamos pela praia Forti apenas para tirar fotos e fomos conhecer o tal washwala, conhecido como “a respiração de Curaçao”. Por últimos fomos a praia kalki, que não é a mais top, mas é bem bonita também.

Dia 04: Esse dia acordamos bem cedo para fazer o passeio para ilha Klein que já descrevi lá em cima. Super top!!! Fomos ver depois o pôr do sol na Mambo beach, que é bem bonito!

Dia 05: Fomos conhecer praias super bem recomendadas: Kenepa grande e Kenepa pequena. Ambas são lindíssimas!!!! A grande ganhou como o mar mais azul da viagem! A pequena também é top para mergulho, lá vimos até lulas e uma cobra d’água! Por último assistimos o pôr do sol na praia Jeremy.

 

Dia 06: Deixamos outra das melhores praias para esse dia: a Cas Abou (U$6). Ela merece o título de uma das mais bonitas, tem uma estrutura ótima, com guarda sol e cadeiras e é um paraíso! De tarde ainda fomos conhecer a Port Marie, que é paga (U$3) e tem uma estrutura bem boa e um deck no meio do mar delícia, e a Daaibooi, que é simples, é pública e sem estrutura, mas com um belo pôr do sol! Todas são boas para snorkel!

Dia 07: Esse dia nos separamos, enquanto as meninas foram no Sea Aquarium fazer o nado com golfinhos, eu e os meninos fomo na Jan Thiel (Papagayo beach) que é uma delícia. Tem duas pisicinas, uma de água salgada de borda infinita e uma doce.  De tarde as meninas foram fazer compras no centro e nós ficamos pela Mambo beach. No final da tarde todos nos encontramos no centro para apreciar um belo pôr do sol. Acho que também valeria a pena ter ficado na Jan Thiel para ver o pôr do sol, vi fotos incríveis dessa hora do dia por lá!

Dia 08: Esse foi o nosso último dia em Curaçao, como tínhamos pouco tempo (nosso vôo era as 17:00) fomos na praia Blue Bay que é mais próxima a Willemstad. Essa praia é uma das mais caras, 8 dólares, mas com ótima estrutura, esse valor inclui cadeiras e um dos melhores pontos de snorkel na minha opinião. Ah, lá também tem umas redes em coqueiros de frente para o mar, relax puro.

 


É isso gente, espero que tenha ajudado e inspirado aqueles que nunca tinham ouvido falar desse paraíso! Foi uma viagem barata (para caribe) e super top!
Beijos,

Bia
Fotos da trip no meu insta: @roda_mundo ou pela tag #rodamundocuraçao
Mapa de praias que ajudou muito na Ilha:
 
:
 
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s