Nosso Roteiro – Mochilão América do Sul

Fiz esse mochilão tem 2 anos e só agora tomei vergonha na cara de fazer o post! Foi uma das viagens mais incríveis da viiiida!!! Até hoje para mim a Bolívia está no meu top de país mais lindo ever. Como todo mundo me cobra nosso roteiro e eu tenho fotos linnndas resolvi relembrar essa viagem via instagram/blog. Espero que embarquem comigo nessa! J

Um detalhe: Nós não reservamos o hotel com antecedência, nem transportes e passeios, com exceção dos aviões e da trilha para Machu Pichu. Foi ótimo assim, fizemos tudo no nosso tempo e aproveitamos muito, e sem pressa. Foi ótimo também pq eu e a Lu passamos mal e fomos parar no hospital em dias diferentes, se estivéssemos com o roteiro “preso” ia dar a maior dor de cabeça! Claro que teve umas coisinhas chatas eu pesquisei os albergues com antecedência, mas as vezes chegava na hora e não tinha vaga mas de forma geral foi bem tranquilo.
Fomos no dia 27/12/2011 e retornamos dia 25/01/2012, 30 dias.  Nós compramos as passagens assim: Rio – Cuzco (com escala de dois dias em Lima) e San Pedro do Atacama (Calama) – Rio (com escala de dois dias em Santiago). Esse esquema de escala é ótimo, porque sai bem mais barato, mas se eu não me engano o período máximo para ser considerado escala são dois dias, depois disso já são duas passagens diferentes. Fomos de LAN.

Ah janeiro é frio mesmo sendo verão, vale levar uma blusa térmica e um bom casaco. Eu passei muiiiiito frio! 

Sem mais enrolações, o nosso roteiro. O dia do título é onde passamos a noite, o que fizemos está descrito abaixo. Depois eu vou tentar detalhar mais os passeios/lugares, mas por enquanto vai um roteiro- super resumo:
Dia 1-Dia 3: Lima
Passamos dois dias inteiros em Lima (escala do voo Rio-Cuzco). Quem tiver com tempo apertado pode reduzir para um dia. Estivemos na: Plaza de Armas, o monastério de São Francisco que tem um belíssimo jardim com roseiras, demos uma passadinha na praia para nos aventurar no mar de pedras, a Plaza Del Amor que foi inspirada no Parque Guell. A noite a opção é o bairro Miraflores, onde nos hospedamos.
Dia 4- Dia 7: Cuzco
Cuzco é incrível e achei os três dias suficientes. Passamos o Reveillon por lá que foi legal, todo mundo veste de amarelo e a supertição é correr em volta da praça! Encontramos uma baladinha e curtimos a noite peruana, foi no mínimo engraçado 😛
Lá tem um mercado muito doido que vende de tudo, desde cabeça de porco às  famosas peças de vestuário de lhama e alpaca, comprei tudo lá, casaco, cachecol, polaina.. Meu uniforme durante toda a viagem!
Lá tb é muito bom comprar prata, bem baratinho!
Tem um passeio que quase todo mundo faz de excursão, para conhecer o vale sagrado (são vários sítios), não vale a pena, é tudo muito corrido, nós fomos de taxi até o santuário mais alto e voltamos descendo a pé, foi muito cansativo mas conseguimos ver tudo no nosso tempo, aproveitamos muito mais! 
Dia 8 – Dia 9: Machu Pichu
Existem duas opções para ir para Machu Pichu, trilhando ou de trem. A trilha dura quatro dias e dizem que é incrível, mas um pouco perrengue, não tem estrutura de camping durante o caminho, apenas pontos de apoio bem simples. Então decidimos fazer um pouquinho de cada, fomos de trem até certa parte e fizemos o último dia de trilha até Machu Pichu.
O trem deixou a gente no meio do nada, sozinhas no meio dos trilhos, sem informação. Mas somos meninas safas e achamos nosso caminho. Encontramos o guia e fomos trilhando até machu passando por lugares incríveis. Foi ótimo ter um guia só para gente, inclusive em machu porque aprendemos muito! Afora a trilha foi bem cansativa, muita subida e foram bem uns 10 km, e o pior: chuva! Molhou a mochila, com as roupas, muito frio, meio perrengue mas valeu muito a pena!
Essa trilha a gente chega a Machu Pichu umas 17 horas e de lá vamos para Águas Calientes pernoitar e no dia seguinte passamos o dia todo em Machu e retornamos a noite de trem para Cuzco.
Cara Machu dispensa elogios né? Lugar absurdo, energia única e lindíssimo lindíssimo, mais do que merece o título de uma das maravilhas do mundo moderno!
Dia 10: Cuzco- Arequipa

Dia 12 – Dia 13: Chivay e Canion
Pegamos uma excursão para conhecer o cânion de Colca, tem opção de um ou dois dias. Optamos pela de dois dias (que tem um trekking bacana) mas acabou que só fizemos um. A Luiza passou super mal na van, e tivemos que ficar em Chivay onde ela ficou internada no posto médico. Contei com detalhes no post Perrengue.
O cânion de Colca é o mais profundo do mundo e eu achei o máximo! Também é possível ver o Condor, nós não vimos, mas a Lu tirou foto com ele na cabeça kkk

Dia 14: Arequipa – Puno

Dia 15 – Dia 16: Puno

Ficamos dois dias em Puno porque foi minha vez de fazer turismo hospitalar, tem detalhes lá no post dos perrengues também. Mas só recomendo ficar um dia e ir fazer o passeio pelas Ilhas Flutuantes, a cidade de Puno é bem feiosa! Já o passeio pelas ilhas vale muito a pena, além disso, ele visita uma a ilha de Uros que é lindíssima, super vale o passeio!

Dia 17: Copacabana
Chegamos em Copacabana e fomos conhecer a Igreja Nossa Senhora de Copacabana, que é a padroeira do País. Fomos assistir o pôr-do-sol no alto de uma pedra, que tem vista lindíssima, para a cidade de Copacabana e o lago Titicaca.
Dia 18/19 – Isla Del Sol
A dica é fazer a trilha de sul para norte e aproveitar o pôr-do-sol no lado norte, mas os melhores hotéis ficam no lado sul, o norte é mais perrengoso kkk No lado sul tem a fonte sagrada, diz-se fonte da juventude, e o Pikankaina, o palácio dos incas. Durante a trilha passamos por praias lindíssimas, paisagens de tirar o fôlego e já no final, no lado sul, pela Roca sagrada, ruínas Chincana conhecidas como El labirinto (antiga residência de sacerdotes) e a mesa de oferendas. Com certeza esta trilha foi um dos pontos altos da viagem, vale muito o esforço (é pesadinha)!
Dia 20: Copacabana – Uyuni
De manhã cedo demos um bom mergulho no Titicaca, água congelante mas valeu demais! Depois retornamos para Copacabana, de lá fomos até La Paz e em seguida Uyuni, passamos a noite viajando. O melhor bus para fazer o trajeto é o Toda Turismo, mas todo cuidado é pouco! Fui um perrenguão essa viagem, segue o link que conto tudo aqui (não deixem de ler, basicamente fomos largadas no meio do caminho).

Dia 21 – Dia 23: Excursão Bolívia/ Chile
Fizemos a excursão com a Cia Crystal, na época (2012) pagamos 150 dólares. Não existe tanta diferença entre as cias, todos ficam nos mesmos “acampamentos”, os guias são todos antipáticos igual rsrs Eu não tenho uma boa indicação, se alguém tiver, por favor comente!
Essa excursão é o passeio mais lindo que já fiz na minha vida até hoje!  Cada paisagem inacreditável, sério, você se questiona se seus olhos estão realmente contemplando tanta beleza, até hoje eu babo vendo as fotos…
É muito perrengue! Os acampamentos são péssimos! O primeiro não tinha água encanada, eu e Luiza tomamos banho de balde (o resto da excursão não tomou banho) e no segundo dia, o nosso acampamento não tinha água encanada mas o do lado tinha banho quente mediante a pagamento, era um banho péssimo que variava do muito quente ao muito gelado, era uma fila desumana,mas enfim, banho. O pessoal da nossa excursão não tomou banho novamente, écati! As refeições são bem simples, tem cama pra dormir mas assim, não sei com que frequência trocam os lençóis. Quem tem nojinhos essa não é a trip! Não dá para fazer sem dois rolos de papel higiênico, aliás durante todo o mochilão a gente sempre tinha um rolo na bolsa.
Dia 24 – Dia 26: San Pedro do Atacama
Passeios:  Geysers Del Tatio más Caminata Cactus (é diferente mas não considero imperdível), Valle de la Luna e Valle de la Muerte (incrível e imperdível), Lagunas Altiplánicas e Salar de Atacama (para quem veio da Bolívia, não é imperdível, para quem está só no atacama vale a pena!) e Laguna Cejar (muito legal! É uma lagoa super salgada, daí não afunda, as paisagens também são lindas, imperdível!)).
Passeios: Fizemos todos com a Grado10  que é um Caminhãozão adaptado em bus. É um pouco mais caro e nada diferente das outras mas o caminhão é maneiro vai rsrs e os guias são bem jovens, valeu a pena!
Dia 27: San Pedro do Atacama – Santiago (Calama)
Eu e Luiza, lesonas, perdemos o nosso vôo. E acabamos perdendo o dia nisso. A coisa boa é que, a LAN nos colocou no próximo vôo disponível sem cobrar nenhuma taxa. We

Dias 28,29: Santiago
Tem um post sobre Santiago aqui . Resumindo, fomos a Plaza de Armas, Cerro Santa Lucía, Cerro San Cristóbal e Palácio de Governo. De noite, a boa é o bairro Bella Vista cheio de barzinhos e boates!
Dia 30: Santiago – Rio

——-x—–
Dicas de hospedagem:
Lima: Pariwana Backpacker
Cuzco: Não recomendo o Llaqtayay
Puno: Inka’s rest
Copacabana: Hotel Utala
San Pedro do Atacama: Eden Atacamento
Santiago: Hostel Luna Calypso
Outros lugares para ir, que não fomos, mas tem uma galera que vai:
-Laguna 69, Peru. (lindíssimo!)
-Nazca, Peru (linhas misteriosas, vale googlar)
-Potosi, Bolívia (tem umas minas, e o povo explode umas bombas)
– La Paz, Bolívia. Um passeio muito procurado é um de bike, death road, que o povo desce um despenhadeiro, coisa de louco kkk
Cara esse é o post resumo que de resumo não tem nada desse mochilão que desculpa o palavrão, foi foda! Recomendo demais essa trip! Espero que ajude quem tá se planejando!
Fotos no meu insta @roda_mundo ou na página do face: Roda Mundo.
Besos,
Bia

Anúncios

2 comentários

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s