Marrakesh, Dicas e Roteiro!

Na nossa excursão com a Meeting Point estava incluído um dia em Marrakesh com um guia marroquino, que foi bem legal! Foi no nosso sexto dia por lá. Para quem só tem um dia ou dois, é um roteiro bem bacana!
Na parte da manhã fomos ao Museu da Cidade. Encontra-se no palácio Dar Menebhi, um edifício majestoso decorado com azulejos zellij e peças em mármore, e conta com uma coleção de arte contemporânea e outra com peças de joalharia, cerâmica, moedas e vestuário.

Também fomos ao Palácio Bahia. Ele foi construído no final do século XIX em estilo árabe-andaluz. O seu nome significa “brilho”. Os jardins ocupam uma área de 8 000 m² e as 150 divisões abrem-se para diversos pátios interiores. No palácio funcionou o harém de Ahmed ben Moussa, que tinha 4 esposas e 24 concubinas. É lindo o palácio! Os jardins centrais com laranjeiras carregadas, os azulejos, detalhes, história. Incrível!

Acho que o termo harém merece um parágrafo de explicação à parte! Harém é, para a cultura árabe, a parte da casa proibida a homens de fora. Em outras culturas, porém, o termo significa o conjunto das mulheres de um matrimônio poligâmico. O harém tradicionalmente era cuidado por um eunuco do sexo masculino, ou seja, um homem castrado pela mulher mais velha do sultão justamente para não se envolver com as mulheres de seu patrão. Os reis persas possuíam harém e eunucos já no século VII a.C.

Outra parada foi o Palácio El-Badi, datado do século 16, o palácio El-Badi está praticamente em ruínas, o que não torna sua visitação menos interessante. É tratado como uma das obras-primas da arte muçulmana, com grande valor espiritual para os marroquinos.

Mas meu lugar favorito em Marrakesh foi a Ben Youssef Medersa – É a maior medersa, ou academia religiosa, do Marrocos, onde se estudava teologia. Os estudantes que ingressam ali tinham intenções de seguir carreira política, religiosa ou de dedicarem-se ao Direito. Foi fundada no século 15 e a decoração do edifício se assemelha às outras da mesma época. Pátios centrais com uma “piscina” ao centro (lembra um pouco o parque laje no Rio) e salas ao redor com trabalhos de azulejos, mensagens do alcorão e talhas nas paredes ( com conchas, a flor de lis, …), lindíssimo!
Galera reunida. Foto: Meeting Point
Nossa última parada foi uma loja de especiarias ou farmácia natural como eles chamam. Eles tem uma ligação muito forte com as especiarias, é todo um ritual explicar tudo que estava disponível. É produto para desentupir nariz, batom que dura 24 horas, chá de menta, palito de dentes natural, temperos, delineador natural, óleo de argan,… Bia canguinha só comprou um chazinho de menta que nunca tomei aliás, ah e um batom que não dura 24 horas mas hidrata. Mas as gurias fizeram a festa., é tudo muito baratinho! 🙂

Nós na Farmácia. Foto: Meeting Point
E para encerra a noite, claro, fomos na nossa barraquinha favorita na Djemaa El Fna como eu já contei aqui: Post introdução Marrocos.
Super recomendo uma viagem ao Marrocos, é um país lindíssimo com uma cultura ímpar que me encantou imenso! 😉
Beijinhos,
Bia
Informações extras
Palácio El-Badi
Endereço: Kasbah. Diariamente, das 8h45 às 12h45 e das 14h30 às 18h30. Entrada paga.
Palácio Bahia
Endereço: Rue de la Bahia, Zitoun el-Jedid, Medina. Diariamente, das 8h30 às 12h e das 14h30 às 18h. Entrada paga.
Ben Youssef Medersa

 

Endereço: Praça Ben Yooussef, Medina, tel. 212 (0) 524-39-09-11. Diariamente, das 9h às 18h30. Entrada paga.
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s