Porto em um dia

Fiz esse roteirinho de um dia quando recebi minha amiga Sâmia. Foi corrido mas conseguimos fazer “tudo”! Acho que assim dá para conhecer o principal digamos assim. Deu para fazer boa parte do roteiro a pé mesmo.
O roteiro começou pelo Aliados. A imponência do seu conjunto arquitetónico e o seu caráter central fazem dela a “sala de visitas” da cidade. Todos os edifícios são de granito, finamente ornamentados. Lá se encontra o belíssimo edifício da Câmara Municipal do Porto.

O segundo ponto, ali pertinho dos aliados, foi a estação de comboios de São Bento. A Estação é célebre pelos seus painéis de azulejos, de temática histórica, que cobre uma superfície de cerca de 551 metros quadrados, e representam, principalmente, cenas passadas no Norte do país. É belíssima mesmo!

Logo em frente a estação já se vê a Catedral da Sé, que parece um castelo para os desavisados! Vale a pena ir lá conhecer, a Igreja é muito bonita e a vista para o Douro é linda!

Atravessamos a Ponte D. Luís I, uma das 6 pontes da cidade do Porto e na minha opinião a mais linda e com uma vista perfeita! É uma ponte de arco metálica contruída no século dezenove por Teofilo Seyrig, parceiro do Gustave Eiffel. Em gaia fomos até o Mosteiro da Serra do Pilar, mas não entramos para visitá-lo.

Voltamos pelo mesma ponte, e a caminho da Reitoria passamos pela Livraria Lello e Irmão (Rua das Carmelitas 144), que é muito linda! Em virtude do seu ímpar valor histórico e artístico, a Lello tem sido reconhecida como uma das mais belas livrarias do mundo. A escada é uma obra de arte a parte. 

Passamos pela belíssima Reitoria da UP, que fica logo em frente à Igreja da Nossa Senhora do Carmo das Carmelitas e ao lado da Cordoaria.  A igreja do Carmo, a de Santo Ildefonso e Capela das Almas (em frente ao metro Bolhão) são recobertas de azulejos, belíssimas.

Um dos pontos turísticos mais importantes do Porto é a Torre dos Clérigos (subida 2€). Ela é linda e a vista do seu topo igualmente. Um mar de telhadinhos vermelhos e uma incrível vista para o Douro.

De lá fomos para o Palácio de Cristal, um dos meus lugares favoritos no Porto. Lá tem uma vista linda para o rio e possui belos jardins! Lá tem um lago que tem sempre patinhos e pavões, outro dia tinha uma fêmea de pavão com filhotinhos, uma fofura! Vale muito o passeio por lá!

Em seguida, caminhamos até a beira do Rio e pegar o Elétrico ( a.k.a bondinho, esqueci o número mas só tem dois, é fácil, e custa 2.5€) até a Foz do Douro. Só o passeio já vale, os trilhos vão acompanhando a beira do rio, e as paisagens são lindas, o elétrico também é bem antigo, o maquinista de terno, é uma viagem no tempo, bem bacana!
A Foz do Douro é linda! Vale caminhar de lá até a Praia dos Ingleses, acompanhando o calçadão, vendo as pedras na praia, o farol, o mar, é bonito demais!

Uma dica é aproveitar o pôr-do-sol na Confeitaria Tavi (o Coulin de chocolate com sorvete e o chocolate quente são imperdíveis!), que tem uma varanda com uma vista linda! O local é uma graça e o preço justo, só o atendimento que não é dos melhores…
A segunda dica, é retornar ao centro e aproveitar o pôr-do-sol na Ribeira. Cada pôr-do-sol é diferente, eu prefiro na Ribeira, mas o da foz também é lindíssimo. Na Ribeira eu recomento o restaurante/bar Ponte Pênsil. Ele fica bem coladinho a ponte D. João, e tem uma vista perfeita! Uma ótima pedir o vinho verde branco (uns 3€ a taça) e tapas de queijos e presunto (presunto aqui em Portugal é aquele tipo de parma sabe, o nosso presunto eles chamam de fiambre).

Depois já pode emendar a noite ali pela Ribeira mesmo, curtindo o começo da noite. Dá para tomar a famosa vodka preta (com frutas vermelhas parece), summersbee (uma cidra deliciosa), ou uma Super Bock (famosa cerveja daqui) … Ou mesmo ir no Piolho, próximo a reitoria, onde pode-se tomar as estas coisas na Adega Leonor, com bons preços. O piolho é a parada obrigatória antes das festas e está sempre apinhado de gente em qqr época do ano!
Para dar dicas de balada tem muitas, nossa o Porto é uma cidade bem festeira! Acho que merece um post só de festas! Mas por alto eu recomendaria: Escada, Plano B, Boulevard e Pitch. 
Para almoço eu recomendo provar a Francesinha que é o prato típico do Porto. A francesinha é constituída por linguiça, salsicha fresca, presunto (fiambre), carnes frias e bife ou, em alternativa, porco ou frango, coberta com queijo (posteriormente derretido). É normalmente guarnecida com um molho à base de tomate, cerveja e piri-piri. Os acompanhamentos de ovos e batatas fritas são facultativos. Há muitos lugares que oferecem a Francesinha com bom preço (entre 7.5 e 10€). Uma das reconhecidas como “melhores” é a do Restaurante Capa Negra. 

Claro que esse é um roteiro corrido, porquê minha amiga tinha poucos dias, o Porto tem ainda milhões de outras coisas super legais e interessantes a serem feitas como por exemplo, a visita às caves de vinhos, o passeio de barco pelo Douro, o Serralves, a piscina das marés, o parque da cidade, casa da música … Depois faço um post com dicas para quem tem mais tempo 😉

p.s As fotos foram tiradas em dias bem diferentes. E a dica de sempre, se gostou das fotos e quer ver mais, conheça minha página no face: Bia Molinari Fotografia.
Beijos,
Bia
Anúncios

2 comentários

  1. Bia, definitivamente quero conhecer Portugal!! Você mostra coisas belíssimas, dá vontade de visitar tudo!

    Talvez a senhorita não tenha percebido, mas acho que seu português tá ficando cada dia mais parecido com o do velho continente hahahahahaha

    Bjs

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s